Quando o assunto é impressão digital, a criatividade não tem limites. Para dar asas à imaginação e desenvolver os mais incríveis projetos, o universo da moda conta com a tecnologia a seu favor. Antigamente, se um designer quisesse reproduzir uma estampa tinham que depender de inúmeros processos como serigrafia ou estampas rotativas, que acabavam levando bastante tempo e limitando a criação em questões de tamanho e até mesmo número máximo de cores.

A era das impressoras digitais veio para eliminar diversas barreiras, simplificando os processos e trazendo as mais diversas possibilidades para a indústria. Oferecendo resultados rápidos, a impressão digital possibilita a reprodução precisa de imagens com total fidelidade de cores e padrões, além de facilitar a adequação do tamanho das estampas às mais diversas aplicações, o que antes era praticamente impossível.

 


A capacidade criativa também aumentou e muito, uma vez que não é mais necessário depender de tantos obstáculos para ver uma ideia sair do papel. A tecnologia das impressoras digitais permite que o designer reproduza no tecido exatamente a imagem criada pelos softwares de computador, fazendo todos os ajustes necessários para que o resultado final saia exatamente como o rafe inicial.

Para dar vida às mais diversas criações, a Metalnox conta com as impressoras ePRINT Super STRONGEvox Mtx8. Com largura útil de 1,85m de impressão e atingindo resolução de até 1440dpi, a ePRINT Super Strong é ideal para quem busca alta definição de imagem, fidelidade de cores, rendimento e velocidade. Já a Evox Mtx8 é um equipamento de fabricação nacional para impressão direta em tecido de nível industrial indicado para alta produtividade.
 


Com tanta inovação à disposição, a única preocupação é em criar as melhores estampas, como fez a designer Bruna Guilhardi, ganhadora do concurso Minha Estampa Digital, promovido pelo Instituto Orbitato em parceria com a Metalnox. Segundo ela, a estamparia digital mudou a forma como vemos uma estampa no tecido: “Ser um designer de estampas nesse momento é simplesmente extraordinário, pois não há limites para a imaginação. O que é mais divertido nisso é que quando se cria, se coloca uma infinita gama de possibilidades, imagens, sentimentos e cores. Nós queremos ver isso no mundo: o que sentimos, pensamos, queremos passar. Nada mais justo que extrair isso de nós.” Não há dúvidas de que, assim como a tendência das estampas, o futuro da moda está na tecnologia do tecido e de que a impressão digital chegou para ficar.